Grupo Terapêutico – GT – Caminho de Santiago 2018/2019

DIRETRIZES
Caminho de Santiago – Formação de Grupo Terapêutico (GT)
Com Mhanoel Mendes & DErci Wotmeyer

dsc05902

Eis as diretrizes para formação e sedimentação de Grupo Terapêutico (GT) para percorrer o caminho de Santiago de Compostela, na Europa (França e Espanha), de setembro a outubro de 2018 e/ou 2019.

1 – O grupo mínimo de pessoas vai ser dado pelos peregrinos que aceitarem as condições financeiras, e, no máximo 8 peregrinos (diretriz).

2 – Para fazer parte do grupo, o peregrino deve comprometer-se a:
. Seguir o esquema de treinamento repassado pela focalização do grupo;
. Fazer exames médicos antes de iniciar a preparação e apresentar à focalização até o mês de agosto de 2018;
. Não é obrigatório, mas sugere-se que os mesmos exames sejam realizados após a caminhada a Santiago para, assim, compará-los.
. Fazer seguro de viagem (saúde, vida e bagagem);
. Estar com toda a sua documentação em dia para a viagem (Passaporte, etc.)

2.1 – À Focalização do grupo cabe a retirada da “Credencial do peregrino”.

3 – Cada peregrino deverá participar de, no mínimo, um retiro aberto (Retiro caminhada), dois retiros fechados (grupo terapêutico) outro de fechamento do grupo, após a vinda do caminho.

3.1 – Retiros abertos de 2018:
. 9 a 13/2 (Carnaval) (*)
. 31/5 a 3/6 (Corpus Christi)
– Valor do pacote
(*) R$ 1.100,00 – Estão incluídos: alimentação (ovolactovegetariana), hospedagem (em regime de alojamento – trazer roupa de cama/saco de dormir e de banho, chinelo para uso interno dos lares), transporte para as caminhadas, todas as vivencias inclusive o Temazcal.
Para pagamento até um mês antes, o investimento é de R$ 1.000,00

(**) Valor do pacote: R$ 950,00 – Estão incluídos: alimentação (ovolactovegetariana), hospedagem (em regime de alojamento – trazer roupa de cama/saco de dormir e de banho, chinelo para uso interno dos lares), transporte para as caminhadas e todas as vivencias.
Para pagamento até um mês antes, o investimento é de R$ 850,00

3.2 – Retiro fechado:
. De 6 a 8 de julho
Investimento: R$ 550,00
. De 17 a 19 de agosto
Investimento: R$ 550,00
. Setembro/18 – 6 a 9 setembro: R$ 900,00 – Estão incluídos: alimentação (ovolactovegetariana), hospedagem (em regime de alojamento – trazer roupa de cama/saco de dormir e de banho, chinelo para uso interno dos lares), transporte para as caminhadas e todas as vivencias.

3.3 – O retiro de fechamento do grupo tem como objetivo, como o próprio nome diz, encerrar o que foi aberto. E isso só poderá ocorrer após a vinda ao Brasil. Por isso, sugere-se:
. Novembro/18 – 2 a 4 de novembro – R$ 550,00

3.3.1 – No retiro de fechamento do grupo deverá participar somente quem participou do GT. Além de fechar um ciclo com a avaliação final de cada um, o grupo vai, é claro, também caminhar e celebrar.

3.4 – Dos retiros abertos, poderão participar qualquer pessoa; já dos retiros fechados, somente aqueles que vão compor o grupo que vai a Santiago. Esta postura objetiva criar uma “egrégora”, sedimentar a amálgama e aprofundar as relações e acordos entre os peregrinos.

3.5 – Depois que formar o grupo, somente poderá haver saída de membros, não entrada.

3.6 – Os encontros abertos servem para as pessoas terem uma boa ideia do que vão enfrentar no caminho de Santiago. E, assim, decidir em percorrer a trilha a Casa do Santo. Podem optar participar deste Grupo Terapêutico ou até mesmo decidirem por fazer a peregrinação sozinho.

3.7 – Os encontros fechados tem como objetivo:
. Formar e sedimentar o grupo;
. Criar vínculo;
. Fazer terapia de grupo;
. Preparar-se fisicamente, psicológica e espiritualmente para o caminho de Santiago;
. Discutir possíveis situações que porventura vamos enfrentar no caminho e as suas resoluções.

4 – Além das terapias em grupo, os peregrinos que vão participar do Grupo Terapêutico devem, também, fazer terapias individuais, seja presencial, seja por Skype.

4.1 – Estas sessões já estão inclusas para quem fizer parte do GT.

4. 2 – O facilitador, Mhanoel Mendes, junto com cada um, vai decidir a quantidade de sessões terapêuticas, bem como a sua periodicidade.

5 – Projeção de início da viagem para Santiago:
19/9/2018
Projeção de “início” do caminho em Saint-Jean-Pied-De-Port, na França
21/9/2018

5.1 –Projeção do início da viagem para o Brasil (retorno)
24/10/2018
Projeção de chegada ao Brasil
25/10/2017

6. Além do acompanhamento terapêutico antes e durante o caminho, o GT ainda contará com os trabalhos da Facilitadora de Yoga e terapeuta, DErci Wotmeyer. De Wotmeyer acompanhará o GT em duas fases: formação e sedimentação (Retiro Aberto, Retiro Fechado), e Retiro de encerramento (Fechamento do GT, após a realização do Caminho de Santiago).

7 – A manutenção financeira do GT vai ocorrer da seguinte forma:
. Participando de, pelo menos, um retiro aberto e dois fechados do GT (treinamento só com o grupo que vai a Compostela e encerramento);
. Pagando as despesas de transporte, de alimentação e hospedagem para o facilitador e terapeuta Mhanoel Mendes como forma de troca deste trabalho. Estima-se que as despesas com passagens aéreas, ônibus, táxi e trem, além das despesas com alimentação, hotéis e albergues estão em R$ 8 mil; este total deverá ser rateado igualmente pelos peregrinos.

7.1 – Além dos retiros e das passagens completas de ida e de volta para o facilitador, não haverá mais nenhum outro custo extra para os peregrinos. Cabe ao facilitador/terapeuta as demais despesas, como, por exemplo, seguro viagem.

7.2 – Cabe a cada peregrino financiar sua passagem, bem como seus custos durante a caminhada a Santiago.

8 – Questões não previstas deverão ser debatidas abertamente no grupo e encaminhada “por consenso”.

Mhanoel Mendes & DErci Wotmeyer


Faça chuva ou sol, o peregrino escolhe caminhar


Assistir filme sobre o caminho de Santiago é um dos assuntos noturnos do grupo


Todos os dias de manhã o grupo segue uma rotina, inicialmente a meditação


Depois da meditacao, o grupo sempre faz uma aula de Yoga


Na sombra do peregrino, a metáfora da luz que emana dentro de cada um


Caminhar, preparar-se para percorrer o caminho de Santiago, uma alegria desde já


Durante as caminhadas, os brindes, que podem ser de água, suco ou até mesmo de garapa, como este.

Professora Marianela dá aula e aprendemos um pouco de Espanhol

No peito, a cruz de Santiago, amuleto que vai nos acompanhar em nossa jornada

Eis um close da miniatura da cruz de Santiago esculpida a mão pelo poeta João Marino